Primeiro cruzeiro a retornar na Noruega registra surto de Covid-19

Por Redação em 31/07/2020 às 16:35:46

O primeiro cruzeiro a retomar viagens turísticas na Noruega registrou um surto de Covid-19 entre a tripulação. Quatro pessoas foram diagnosticadas com a doença, e deram entrada no Hospital Universitário do Norte da Noruega (UNN) nesta sexta-feira, 31. O navio MS Roald Amundsen está parado no porto de Tromsø com 160 tripulantes, que estão cumprindo quarentena. Outros 177 passageiros já desembarcaram. Segundo a operadora do navio, a Hurtigruten, durante a viagem, que durou sete dias, membros da tripulação relataram que não estavam se sentindo bem e, embora não apresentassem sintomas do coronavírus, foram imediatamente isolados.

Primeiro, dois membros deram positivo e, posteriormente, mais dois também foram diagnosticados. De acordo com o site The Maritime Executive, os passageiros que participaram do cruzeiro entre os dias 17 e 24 de julho estão sendo notificados, para que cumpram isolamento social voluntário. Além disso, serão testados para a Covid-19. A empresa informou que, até onde sabia, nenhum tripulante apresentava sintomas de coronavírus ou outras doenças quando estava a bordo. Outro cruzeiro com o mesmo navio estava programado para o dia 31 de julho, mas foi cancelado.

O gerente de comunicações da Hurtigruten, Rune Thomas Ege, afirmou que a empresa está trabalhando em estreita colaboração com o Município de Tromsø, o Instituto Nacional de Saúde Pública (NIPH), o UNN e outras autoridades nacionais e locais para acompanhar a tripulação e os passageiros. "Temos verificações diárias de todos a bordo, convidados e tripulação. O fato de esses quatro casos terem sido descobertos e isolados precocemente, sem sintomas da Covid-19, mostra que nossas medidas e rotinas funcionam", disse. A empresa voltou a operar em junho, com cruzeiros pela costa norueguesa, acrescentando posteriormente partidas da Alemanha.

Recentemente, a companhia informou que a volta dos cruzeiros estava em andamento e que, até o final de setembro, 14 dos 16 navios voltariam a operar. No dia 2 de setembro, está programada uma série de cruzeiros pelas Ilhas Britânicas, os primeiros disponíveis para os residentes do Reino Unido.

Portal de cara nova
Anuncie aqui