Após ameaça de Trump, Microsoft interrompe negociações para compra do TikTok

Por Redação em 02/08/2020 às 13:27:25

A Microsoft interrompeu negociações com a empresa Bytedance para a compra do TikTokdepois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou planos de vetar a popular rede social chinesa, informou neste domingo, 01, o jornal "Wall Street Journal". Não há informações, no entanto, em ponto estavam as conversas. Entretanto, segundo o jornal, que atribui as informações a fontes próximas às duas partes, a pausa não significa uma desistência. Trump anunciou nesta sexta-feira, 31, a intenção de proibir o uso do aplicativo nos EUA. O motivo seria a possibilidade da rede social compartilhar informações dos usuários com o governo chinês, o que colocaria em risco a segurança nacional.

No sábado, 01, a gerente geral do aplicativo em território americano, Vanessa Pappas, garantiu a seus usuários que não há planos de sair do país. Ainda segundo ela, como parte das negociações com a Microsoft, o fundador da Bytedance Ltd., Zhang Yiming, também concordou em vender sua participação na TikTok. Mantendo então uma participação minoritária. No início deste mês, o Secretário de Estado americano, Mike Pompeo, havia sugerido que o governo Trump estava considerando restringir o acesso ao TikTok devido à possibilidade de Pequim estar usando a rede social como um meio de monitorar os usuários e distribuir propaganda.

*Com informações da EFE

Portal de cara nova
Anuncie aqui