Mais discreto, Ronaldinho Gaúcho completa quatro meses preso no Paraguai

Por Redação em 06/07/2020 às 11:22:46

Ronaldinho Gaúcho e Roberto de Assis, irmão e empresário do ex-jogador, estão completando quatro meses de detenção em solo paraguaio nesta segunda-feira (6). A dupla está cumprindo prisão domiciliar em um hotel de luxo, na capital Assunção, após entrar no país com passaportes falsificados, no começo de março.

Campeão do mundo com a seleção brasileira em 2002, Ronaldinho Gaúcho foi a grande atração do presídio Agrupação Especializada da Polícia Nacional, onde ficou por um mês antes de pagar fiança e conseguir a transferência para um hotel. Lá, ele participou de jogos de futsal e futevôlei, além de ter enviado um recado para familiares de um colega de prisão.

Já na prisão domiciliar, Ronaldinho continuou chamando atenção, seja participando de lives de grupos de pagode, fazendo postagens nas redes sociais ou concedendo entrevista para um jornal espanhol. Nos últimos dias, no entanto, o melhor do planeta de 2004 e 2005 mudou de postura.

Ronaldinho deixou de estampar manchetes com suas atitudes e ficou mais preservado. Nas redes sociais, sua última publicação foi no dia 24 de junho, quando o brasileiro parabenizou o aniversariante Lionel Messi com um mensagem carinhosa. Depois disso, ele apenas retweetou alguns vídeos de jogos virtuais.

Ronaldinho e Assis não possuem uma data prevista para deixar o Paraguai. O Ministério Público do Paraguai se esforça para comprovar a ligação entre os dois brasileiros e Dalia López, empresária responsável pelo convite aos irmãos para participar de eventos no país, e quem teria solicitado a confecção dosdocumentos.

Portal de cara nova
Anuncie aqui