Parente de preso denuncia que Presídio Militar não suspendeu visitas na pandemia

Por Redação em 06/07/2020 às 06:11:00

Fotografia encaminhada ao Campo Grande News mostra entrada de visitantes com destino ao Presídio Militar. (Foto: Direto das Ruas / Campo Grande News)

Parentes de presos denunciam que enquanto a visita em unidades administradas pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) está suspensa desde março por conta da pandemia do novo coronavírus, o Presídio Militar de Campo Grande segue de portas abertas para os parentes dos policiais presos.

De acordo com uma mulher de 21 anos, que há três meses só chega até à portaria do presídio Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima, os familiares dos policiais entram normalmente aos fins de semana.

Ela foi ao local hoje para levar roupas para o marido. "Infelizmente, a lei só é cumprida para nós. Eles recebem visitas normalmente, todos os fins de semanas", diz. A mulher pediu para não ter o nome divulgado porque teme sofrer retaliação, como a perda da carteira de visitante.

A Agepen suspendeu a visita às unidades penais desde 20 de março, devido à chegada do novo coronavírus. A medida foi para tentar impedir que pessoas infectadas entrem no sistema prisional.

O Complexo Penitenciário de Campo Grande, localizado no Jardim Noroeste, recebia mais de 1,7 mil visitantes a cada fim de semana. A reportagem entrou em contato com o Presídio Militar, que informou não ter visitas.

O Campo Grande News também solicitou informações à PM (Polícia Militar), responsável pela unidade, mas não obteve retorno até a publicação da matéria.

Fonte: Campo Grande News

Portal de cara nova
Anuncie aqui