Chefe de quadrilha, traficante mantinha bar de fachada para mascarar lucros

Por Redação em 06/07/2020 às 05:45:00

Tabetes de maconha aprreendidos pela polícia foram levados para a delegacia. (Foto: PM)

Preso na noite de s√°bado (4), traficante chefiava associa√ß√£o criminosa em Campo Grande e mantinha bar de fachada para despistar o lucro com a venda de drogas. À pol√≠cia, um dos comparsas disse que receberia R$ 28 mil para guardar a droga em casa e ajudar na log√≠stica do transporte.

O homem, que n√£o teve a identidade divulgada, foi preso junto com outros dois depois de contratar caminhoneiros para transportar uma mudan√ßa até Embu das Artes, em S√£o Paulo. Os trabalhadores desconfiaram do peso dos móveis e, após checagem, descobriram 376 tabletes de maconha camuflados meio aos móveis.

Policiais da 11¬™ Companhia e do 9¬į Batalh√£o da PM fizeram a pris√£o dos suspeitos após serem informados da descoberta.

Apontado como l√≠der o grupo, o traficante se apresentava como empres√°rio, dono de um bar na Avenida Ana Luiza de Souza, no Bairro Pioneiros. No entanto, para a pol√≠cia, o comércio na verdade seria um disfarce para tentar mascarar a real fonte de lucro com o tr√°fico de drogas, ramo no qual j√° atuava h√° algum tempo.

O criminoso seria o respons√°vel por trazer o entorpecente da regi√£o de fronteira e contratar ajudantes para armazenamento e log√≠stica de transporte. Segundo apontou investiga√ß√£o, ele era o dono dos móveis onde a maconha foi escondida e também o respons√°vel por pagar o dinheiro cobrado pelos caminhoneiros para fazer a mudan√ßa.

O trio foi preso em flagrante e vai responder por tráfico de drogas e associação criminosa. Na casa de um deles, a polícia encontrou ainda 58 kg de skank, conhecida como supermaconha.

O caso - Os homens, com idades entre 29 e 36 anos, foram presos na noite de s√°bado (4) após contratarem caminhoneiros para transportar droga escondidas em móveis. Os profissionais ficaram desconfiados do peso da mudan√ßa, decidiram abrir as embalagens e acionaram a Pol√≠cia Militar após localizarem 376 tabletes de maconha, que somaram 727 kg da droga.

Fonte: Campo Grande News

Portal de cara nova
Anuncie aqui