Anuncie aqui!

Em Dourados, católicos analisam pré-candidatos para representar agenda conservadora nas eleições de 2024

Católicos mais conservadores estão a cada nova eleição muito mais atentos e críticos nas escolhas de seus representantes.

Por Mariana Rocha em 17/06/2024 às 06:05:52

Atualmente, o catolicismo no Brasil tem grande influência no cenário político nacional. Grupos como a TFP (Tradição, Família e Propriedade ) institutos e movimentos pró-vida construíram vozes ativas em debates públicos e em campanhas eleitorais.

Intelectuais e movimentos conservadores católicos no Brasil foram responsáveis por ajudar a construir e alimentar um patrimônio de ideias inseridas na agenda da "nova direita" de uma militância religiosa na política mais alinhada à Doutrina Social e ao Catecismo da Igreja.

As eleições municipais são um terreno fértil para o surgimento e a formação de novas lideranças políticas. Prefeitos, vereadores e outros agentes políticos que se destacam em suas gestões municipais muitas vezes se tornam figuras de prestígio em seus partidos, podendo alçar voos maiores em eleições subsequentes.

Lideranças de Dourados

Nascido em Dourados, o Deputado Federal mais bem votado em Mato Grosso do Sul nas últimas eleições de 2022, Marcos Zborowski Pollon (PL) é um nome forte da direita católica no Brasil, talvez o mais forte, ao lado Chris Tonietto, advogada e Deputada Federal do PL do Rio de Janeiro.


Pollon é fundador do movimento Pró-Armas, o advogado conquistou um capital político significativo no país, fato reconhecido nacionalmente e internacionalmente.

Em novembro de 2023, em entrevista ao Jornalista Silva Jr (Gazeta do Povo), o Deputado Marcos Pollon afirmou que gostaria de ver um nome ganhando força em Dourados, o de Guto Nantes que até então estava no PL e que agora faz parte do Republicanos. No entanto, após algumas reviravoltas partidárias Guto Nantes foi "retirado" do "projeto", mas não por vontade de Pollon.

Deputado Marcos Pollon (PL-MS), Jair Bolsonaro (PL) e Guto Nantes (Republicanos)


Em uma outra linha ideológica, a comunidade católica solidificou, em Dourados, outras lideranças, como é o caso do Vereador Elias Ishy do PT que também é católico, atuante e presente na vida da comunidade eclesiástica.


Representação católica mais conservadora no Legislativo



Católicos mais conservadores no cumprimento dos princípios que nortearam a cultura ocidental, tais como o direito romano, a filosofia grega e a moral cristã, estão a cada nova eleição muito mais atentos e críticos nas escolhas de seus representantes.

No cenário douradense já é possível falar de nomes de pré-candidatos à vereador que pretendem falar e defender a direita católica nas eleições de 2024, nomes que participam do dia a dia da vida e da comunidade eclesiástica de base, como Juscelino Cabral (PSDB), Guto Nantes (Republicanos), Dudu Macarrão (Republicanos), Peu Missionário (PL).



Comunicar erro

Comentários