Segunda, 17 de Junho de 2019
(67) 9 8139-0667

publicidade
 
22/04/2019 - 08:36
Corinthians vence o São Paulo e fica com o tricampeonato
Jogando em casa o Corinthians foi superior ao adversário
Rogério Vidmantas
Gazeta MS

Não foi um jogo rico tecnicamente, mas com a cara do Corinthians. Em um dia de recorde de público na Arena em Itaquera, o Corinthians derrotou o São Paulo por 2 a 1, com gol do título saindo nos minutos finais e conquistou o tricampeonato paulista neste domingo (21), o 30º da história. Com a conquista o time de Fábio Carille, conseguiu uma façanha que não conquistava a 80 anos, já que o último tricampeonato foi em 1939.

Os times entraram em campo sem nenhuma vantagem após o empate no Morumbi sem gols. Com muita marcação e pouca criatividade, os únicos lances de perigo aconteciam em bolas paradas. E foi dessa forma que o Corinthians abriu o placar. Sornoza cobrou escanteio, Ralf ajeitou de cabeça e também de cabeça Danilo Avelar completou para o gol aos 30 minutos do primeiro tempo.

O gol deu mais tranquilidade para o time da casa que se armou para os contra-ataques e por muito pouco não chegou ao segundo tento. Primeiro aos 42 quando Fagner recebeu de Pedrinho, entrou na área e bateu no canto, mas parou em boa defesa de Volpi. Depois, já nos acréscimos quando Pedrinho saiu em contra-ataque e tocou na entrada da área, mas Clayson fez o porta-luz e Gustavo não dominou. Porém, nesse erro saiu um novo contra-ataque desta vez para o São Paulo e a bola chegou para Antony que na entrada da área driblou Avelar e bateu no canto de Cássio para levar o jogo para o intervalo em um empate.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com Hernanes no lugar de Everton Felipe. O camisa 15 entrou com bastante liberdade no ataque, sem muita obrigação de marcação, e foi muito procurado pelos companheiros, mas a bola não chegava muito limpa. De qualquer maneira, os primeiros minutos tiveram um ligeiro domínio dos são-paulinos, que ao menos conseguiam manter mais a posse de bola.

Na sequência, a partida correu sem muito lances agudos. Era perceptível também o receio em se abrir demais, com a defesa como prioridade. Nas chegadas ao ataque, os erros de passe persistiram, assim como no início da primeira etapa. Tiago Volpi e Cássio pouco participaram do jogo.

O cenário não se alterou muito, com hesitação constante e pouca iniciativa. Em um lance de rara felicidade, no entanto, o Corinthians fez Itaquera explodir. Aos 43 minutos, Sornoza recebeu de Boselli perto do meio de campo e mandou um lindo lançamento. A bola encontrou Vagner de Love, que bateu de primeira para marcar o gol do título.

Deixe seu Comentário
publicidade
Facebook

facebook googleplus pinterest twitter