Sábado, 20 de Abril de 2019
(67) 9 8139-0667

publicidade
 
01/02/2019 - 17:33
Asfalto da BR-163 até porto de Miritituba será concluído em 2019
Anúncio foi feito pelo ministro da Infraestrutura
Antonio Neres
MS Web Rádio

Em visita a Santarém, oeste do Pará, na tarde desta sexta-feira (1), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que as obras de pavimentação da BR-163 - dos 51 km até o distrito de Miritituba, em Itaituba, e os 58 km que faltam até Santarém -, excluindo o trecho da BR-230, devem ser concluídas até o final de 2019.

“A gente sai daqui muito otimista com relação à pavimentação da BR-163. Estabelecemos uma meta de terminar a pavimentação até Miritituba até o final de 2019 e acredito que há a mesma possibilidade para o trecho que vem aqui para Santarém. Então, nós vamos dar um grande impulso, no Pará esse é o nosso grande compromisso, a conclusão da pavimentação da BR-163. Nossa expectativa é trazer o ministro Bolsonaro aqui para a inauguração”, disse Tarcísio Gomes.

Na região desde quinta-feira (31/01), o ministro percorreu a BR-163 praticamente em toda a extensão no Pará. A visita tinha duas finalidades. Primeiro observar o funcionamento da Operação Radar que foi projetada por vários ministério do Governo Bolsonaro para garantir que a safra chegasse aos portos do Arco Norte da melhor forma possível. E segundo, verificar a preparação das empresas e do Exército para o período do verão. “Nessa época de inverno a gente tem que produzir material, para que no início do verão a gente comece a atacar as obras”, frisou o ministro.

Sobre a Operação Radar, o ministro disse que está funcionando dentro do planejado. “Não temos nenhum problema de retenção. Quando chove os postos de controle de trânsito estão segurando o fluxo um pouquinho para dar tempo de fazer a manutenção corretiva daqueles trechos ainda não pavimentados”.

Privatização

Durante a visita a Santarém, o ministro Tarcísio Gomes disse que há um estudo bastante adiantado para fazer a concessão da BR-163 até Miritituba, o que ele considera ser bom, porque libera recursos para o governo aplicar na Transamazônica, no trecho até Santarém.

“A gente teria fôlego financeiro para fazer outras obras importantes para o Estado do Pará. A gente verificou que há movimento para isso. A gente até checou até a aderência da modelagem do projeto com o que a gente viu em campo. Em breve a gente deve anunciar essa concessão. Deve fazer a qualificação com prioridade nacional já na primeira reunião do conselho do programa de parceria de investimentos. Vamos fazer uma revisão final desses estudos, e se tudo der certo, até o final do primeiro semestre a gente deve lançar o edital der consulta pública para concessão”, disse Tarcísio Gomes.

Acredito que a concessão do trecho da BR-163 até Miritituba deve ocorrer em 2020.
— Ministro Tarcísio Gomes

Segundo o ministro, os recursos disponíveis para investimentos na região oeste do Pará em 2019 são da ordem de mais de R$ 200 milhões.

Manutenção

O 8º BEC tem a responsabilidade de fazer a manutenção no trecho entre Santarém e Rurópolis, são cerca de 219 km. Entretanto, a principal obra é o asfaltamento no trecho entre Moraes Almeida e Novo Progresso, são cerca de 65 km dentro da BR-163. “É o que está faltando ser asfaltado excluindo a BR-230”, informou o tenente coronel Linhares.

O diretor geral do Dnit, general Santos Filho, que acompanha a comitiva de Tarcísio Gomes na viagem ao oeste do Pará, informou que toda a BR-163 está coberta por contratos de manutenção. Segundo ele, os recursos de 2019 estão sendo liberados agora e serão empregados de imediato e a parte de construção que envolve a BR-230 e o trecho até Miritituba vão ganhar um ritmo mais intenso.

Projetos para Santarém

O prefeito Nélio Aguiar aproveitou a passagem do ministro de Infraestrutura por Santarém, e foi ao seu encontro no quartel do 8º BEC, onde fez a entrega de uma pauta de reivindicações. “Reunimos com o setor produtivo e elaboramos um documento conjunto com pautas como a pavimentação da BR-163, a construção de um viaduto na avenida Moaçara com a Cuiabá, a ampliação do trecho urbano da Cuiabá-Santarém até o porto da CDP. E também solicitamos a ampliação do porto da CDP e a construção do novo terminal de passageiros do aeroporto de Santarém. Agora está tudo nas mãos do ministro”, frisou.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário
publicidade
Facebook

facebook googleplus pinterest twitter