Sábado, 17 de Novembro de 2018
(67) 9 8139-0667

publicidade
 
19/10/2018 - 06:15
Operações da PF no setor de carnes ainda se refletem nas exportações
O papel de liderança no Brasil teve forte recuo nas vendas de carne para o bloco europeu em 2018
© Valter Campanato/Agência Brasil

O Brasil era o principal fornecedor de carne de frango para a União Europeia até o ano passado. No entanto, as operações da Polícia Federal no setor de carnes provocaram efeitos evidentes no setor das exportações.

Segundo destaca a coluna 'Vaivém de Commodities', do jornalista Mauro Zafalonsai, na Folha de S. Paulo, o papel de liderança no Brasil teve forte recuo nas vendas para o bloco europeu em 2018.

A União Europeia divulgou dados recentes, referentes a janeiro-agosto, que indicam que a participação brasileira recuou para 35% do volume importado pelos europeus. No mesmo período de 2017, era de 51%.

A coluna destaca ainda que a exportação de carne brasileira em vários mercados ficou afetada após as revelações sobre os pagamentos de propinas a fiscais do Ministério da Agricultura, afrouxamento nas inspeções sanitárias e a utilização de insumos inadequados na preparação de ração. As operações da Polícia Federal descobriram estes problemas.

O potencial de venda do país também diminuiu com o descredenciamento de frigoríficos para exportar para a Europa, tanto pelo Ministério da Agricultura como pela própria União Europeia.

Zafalonsai refere na coluna que a desaceleração das vendas brasileiras abriu espaço para outros países da América do Sul. Os chilenos aumentaram em 92% as exportações para a União Europeia, mesmo tendo uma capacidade limitada de vendas.

Deixe seu Comentário
publicidade
Facebook

facebook googleplus pinterest twitter